DROP SET E BI-SET COMO FUNCIONAM?
15/05

RSB_HOME

drop-sets

Nada melhor do que treinar um pouco mais pesado para esquentar o corpo e ter melhor rendimento, não é mesmo? Este post é especial para homens e mulheres que treinam para hipertrofia, e querem ficar com o shape bacana até na estação mais fria do ano.

Muitos que frequentam a academia sabem, mas há diversos tipos de exercícios específicos para deixar o músculo mais definido. Conversamos com o professor de musculação Dennis Mendes para falar sobre dois tipos: o Drop Set e o Bi-set.

“São métodos de treino com características focadas em trabalhar o tipo de hipertrofia, chamada de metabólica ou sado plasmática. Ele aumenta a quantidade de metabolismo muscular, leva água e faz com que você tenha hipertrofia, ou seja, um aumento de massa muscular. No entanto, ela acontece de forma mais rápida”, explica Dennis.

Todos os homens e mulheres podem fazer. É claro que homens vão preferir os membros superiores, e mulheres os inferiores, mas na metodologia não há diferenças, já que a carga não tem importância, mas sim a repetição.

“Esses métodos têm mais repetições e um dos objetivos é que você faça mais movimentos, mesmo que a carga seja mais baixa. No programa de hipertrofia da Trainer, essas fases já são definidas e o aluno tem o cronograma de um ano, no qual vai praticar esses métodos de forma bem pensada, estruturada e acompanhada por um professor”, explica.

Como é o Bi-set?
O Bi-set é quando você faz dois exercícios, um atrás do outro, sem descanso entre eles. Somente após os dois exercícios sequencialmente é que você dá uma pausa para recuperação antes de começar mais uma série, aumentando o volume de treino e o cansaço muscular. Um exemplo: fazer dez repetições do primeiro, mais dez repetições do segundo, e só então descansa um minuto.

Como é o Drop-set?
O Drop-set é uma série em que você faz o máximo de repetições com determinado peso, atingindo a falha muscular. Daí você reduz o peso, e faz novamente o máximo de repetições até falhar. O descanso deve ser o menor possível entre uma falha e outra. Há diversas variações dessas técnicas, algumas reduzem um pouco o peso, outras reduzem pela metade.

A combinação entre a ordem de execução dos exercícios, as estratégias, os tipos de exercício, bem como a quantidade de repetições, de séries, de descanso entre séries e da sobrecarga é responsável por resultados surpreendentes na musculação.

Vale lembrar que a divisão dos exercícios é fundamental para a recuperação muscular, pois é no descanso que ocorrem os ganhos (o músculo deve descansar cerca de 72 horas).

Quer ficar com o corpo bacana em qualquer época do ano? Então vem treinar com a gente!



erivaldo (29.11.16)
1 muito legal gosteiRSC_COMMENT_QUOTE

Deixe seu comentário

1000 RSC_CHARS_LEFT

Antispam RSC_REFRESH_CAPTCHA RSC_CAPTCHA_CASE_INSENSITIVE

Facebook
Instagram