31/07   ALUNA SUPERA TRAUMA E APRENDE A NADAR

SuperaçãoVocê teria coragem de enfrentar os seus medos? E se eles impedissem você de realizar um sonho? Na coluna Superação desta semana vamos conhecer a história da Paula Regina de Assis, de 40 anos. A dona de casa passou por um trauma na adolescência que a impedia de nadar. Ela conta o que a fez encarar o desafio de entrar na água e conquistar um dos maiores desejos da sua vida.

Blog da Trainer: O que a levou a ter medo de entrar na água?

Paula Regina de Assis: Quando eu era mais nova eu quase me afoguei. Foi um colega que me salvou. A partir daí passei a ter muito medo de nadar.

Trainer: Há quanto tempo começou a nadar?

Paula: Faz um ano e nove meses. Comecei por várias razões. Uma delas é que era um sonho, uma realização pessoal. E também porque estava passando meu medo para o meu filho, que hoje está com seis anos. Ele já estava na natação há algum tempo e não conseguia se soltar.

Trainer: Quais foram as maiores dificuldades?

Paula: O processo foi lento e exigiu muita paciência, tanto minha quanto do professor, porque eu comecei do zero. Quando o medo está presente fica bem mais difícil. O nado de costas eu achava que seria impossível, que eu nunca conseguiria, mas hoje já estou fazendo.

Trainer: Já havia tentado aprender a nadar antes?

Paula: Sim, há uns 20 anos. Mas o professor tentava me ensinar as técnicas do lado de fora da piscina e não acreditava muito no meu medo, por isso, não deu certo.

Trainer: Por que escolheu a Trainer?

Paula: Meu filho já nadava desde pequeno e eu também gosto muito daqui. Um dia, conversando com o Marcelo (coordenador da natação), contei o meu problema e perguntei se existia a chance de alguém entrar na água comigo. Foi aí que ele arrumou a professora mais paciente de todas e eu comecei.

Trainer: O papel do professor foi fundamental neste processo . . .

Paula: Sem dúvida! Especialmente a Lizi, que me acompanhou desde o início. Ela foi muito paciente e determinante para me ajudar a alcançar esse objetivo.

Trainer: Como é a sua rotina de treinamento atualmente?

Paula: Nado duas vezes por semana. Já troquei de piscina e agora vou trocar de professor para treinar com os outros alunos da natação.

Trainer: Já consegue entrar na água sozinha?

Paula: Em outras piscinas, sem ser a da academia, vou sem problemas. Mas no mar ainda não me arrisco muito.

Trainer: Por que foi importante superar esse medo?

Paula: Nadar era um sonho que eu consegui realizar. Hoje tenho certeza que posso conseguir tudo o que desejar. Basta paciência, persistência e muita disciplina. E eu nunca mais vou parar de nadar.

Trainer: Qual mensagem gostaria de passar para os outros alunos?

Paula: Nunca desistam. Eu tinha muito medo mesmo. Nas primeiras aulas eu só andava na piscina para me acostumar com a água e hoje já consigo nadar. Essa é a prova que podemos tudo.

Paula

30/07   ARTES MARCIAIS AJUDAM A EMAGRECER

Praticar artes marciais está em alta! Não só pelos benefícios físicos, como força, resistência, agilidade e flexibilidade, mas também pela melhora que oferece na coordenação motora e equilíbrio e por trabalhar questões sociais que ajudam no dia-a-dia – trabalho em equipe, respeito e amizade.

Mas não é só isso que tornam as artes marciais interessantes. Elas são uma ótima opção para quem está à procura de uma atividade para eliminar aqueles quilos extras e tonificar o corpo. Quem opta por ir à luta pode eliminar, dependendo da intensidade e do ritmo, até 500 calorias em uma aula para o nível iniciante, e até 1 mil em um treino mais forte!

E nada de pensar que essa é uma atividade só para os homens! As modalidades são acessíveis para todas as pessoas. Para praticar, basta ter disposição e dedicação para evoluir. As mulheres que têm medo de ficar com o corpo masculinizado, podem ficar tranquilas. No boxe, por exemplo, não há exercícios com carga, o que proporciona o aumento da resistência e a definição corporal ao invés de estimular o aumento de músculos.

Para saber mais sobre o assunto, pedimos para os professores de MMA, jiu-jítsu, boxe e caratê da Trainer falarem um pouquinho sobre cada modalidade.

Artes Marciais

Caratê

Duração da aula: uma hora.

Como é o treino: prioriza o que chamam de luta em pé. Ou seja, são treinados socos, chutes e joelhadas.

Qual parte do corpo é mais trabalhada: punhos, braços e pernas.

Boxe

Tempo de aula: uma hora.

Como é o treino: também prioriza a luta de pé, porém só com socos e chutes.

Qual parte do corpo é mais trabalhada: punhos, braços e ombros.

Jiu-Jítsu

Tempo de aula: uma hora e meia.

Como é o treino: é uma luta de chão, na qual são treinadas técnicas de queda, imobilização e finalização.

Qual parte do corpo é mais trabalhada: trabalha todas as partes. Desenvolve principalmente a força dos praticantes.

MMA

Tempo de aula: uma hora.

Como é o treino: a modalidade engloba todas as lutas citadas acima em uma aula só, portanto, são treinados socos, chutes, joelhadas, cotoveladas e golpes de chão.

Qual parte do corpo é mais trabalhada: envolve punhos, braços, pernas e o corpo inteiro no geral, por causa das lutas agarradas.

Para atingir resultados rápidos e satisfatórios, o aluno deve treinar pelo menos três vezes por semana e evitar ficar parado nos demais dias. O ideal é praticar atividades que somem na preparação física, como a musculação ou treinamento funcional.

29/07   QUARTA É DIA DE REUNIÃO DO FPM

Um dos grandes diferenciais da Trainer são os programas de treinamento exclusivos para que os alunos tenham cada vez mais resultados.

Um deles é o FPM (Forte, Porém Mulher), direcionado para a mulheres que querem afinar a cintura, secar a barriga e modelar pernas e bumbum. Por meio de um treinamento que alia exercícios e orientação nutricional, as alunas conseguem diminuir em média 5 centímetros de cintura em 15 dias. Em três meses, elas perdem cinco quilos de gordura e ganham quatro de massa magra.

Para quem se interessou, a academia vai começar uma nova turma do FPM. A primeira reunião será nesta quarta-feira, dia 30, a partir das 19h30, na unidade do Mogilar. No encontro, as participantes são apresentadas às etapas do programa e ficam sabendo detalhes do fundamento dos treinamentos e todas as informações necessárias.

A inscrição pode ser feita preenchendo o formulário nesta página (link para a página).

Venha participar e deixe o FPM mudar a sua vida!

Reunião FPM

28/07   TREINAMENTO PARA ADOLESCENTES

No Pain, No GainNa semana passada, o tema da coluna No Pain, No Gain foi treinamento para adolescentes (clique aqui para ler) e hoje vamos explicar como deve ser aplicado. Acompanhe:

A atividade física determina três momentos de sobrecarga sobre o aparelho locomotor: por tração (quando você faz o movimento de puxar, como é feito no exercício de pulley frente, por exemplo), compressão (movimento de empurrar, como no aparelho de ombro), e rotação combinada com flexão (quando o tronco gira sobre o mesmo eixo, como no abdominal oblíquo).

Nos três casos, considerando o mesmo percentual da carga utilizada, todos têm o mesmo reflexo sobre músculos e tendões. Porém, os exercícios de compressão e rotação têm uma sobrecarga maior sobre as articulações e ligamentos, principalmente quando a pessoa ainda não atingiu o desenvolvimento completo dos três itens que foram explicados na coluna anterior – desenvolvimento ósseo e fisiológico e maturação sexual secundária.

Isso acontece porque essa compressão gera uma aplicação de força longitudinal nos ossos, que comprime os discos epifisários, comprometendo o crescimento estatutário do adolescente. Fator que não ocorre de forma tão significativa nos exercícios de tração, como o puxador costas.

Levando em conta essas informações, então como podemos montar um programa de treinamento que não prejudique os jovens?

De forma específica, devemos considerar os seguintes casos:

Se a idade óssea estiver avançada em relação à idade cronológica, significa que os discos epifisários estão se fechando e temos pouco tempo até que completem o seu desenvolvimento. Nesse caso, devemos trabalhar de moderada a grande intensidade as atividades que aumentam a produção dos hormônios HGH e testosterona. Com essas condições, o treinamento pode incluir exercícios de tração, compressão e rotação, que estimularão de forma mais eficiente o crescimento estatutário.

Se a idade óssea estiver semelhante à cronológica, as variações de carga são importantes e o aluno poderá ter seções de treinamento que variem de baixa, moderada e alta intensidade – essa última com um predomínio maior em relação às anteriores. Aqui também poderão ser praticados exercícios de tração, compressão e rotação, porém com um grau de amplitude menor.

No entanto, se a idade óssea estiver retardada em relação à cronológica, o programa deverá ter exercícios de baixa intensidade e volume e que não inclua atividades de saltos.
Dessa maneira, fica claro que nenhuma modalidade de exercícios é proibida, da mesma maneira que nenhuma é completamente indicada. O que fará a diferença são os controles das cargas de treinamento – volume, intensidade ou frequência.

Procure uma academia que tenha profissionais qualificados, que ofereça suporte e orientação ao adolescente e indique um endocrinologista. Assim educador físico conseguirá montar um programa de atividades que respeite as características de cada jovem.

Alcançando resultados

Algum tempo atrás, uma mulher trouxe o seu filho de 14 anos para a Trainer. Ele queria fazer um programa de hipertrofia (desejo comum entre jovens dessa faixa etária), mas a mãe estava preocupada com a sua baixa estatura e temia que o treinamento interferisse ainda mais no seu crescimento.

Indicamos um endocrinologista e, após os exames, foi constatado que o adolescente estava no estágio final da maturação sexual secundária hormonal e com as epífises ósseas também em fase final de fechamento.

Fizemos um processo de adaptação de um mês e iniciamos um treinamento de moderada a alta intensidade durante 24 semanas. Nesse período, os exames foram refeitos a cada oito semanas para que pudéssemos avaliar o crescimento estatutário.

Como resultado, o aluno teve um aumento da massa muscular significativa – o que era seu desejo – e cresceu oito centímetros, quatro a mais do esperado pelas curvas de crescimento indicada pelo médico.

Vale ressaltar que o adolescente participou do programa de forma frequente e que seus pais deram todo o suporte para que esses resultados fossem alcançados.

Moral da história: tire o seu filho adolescente do sofá e mande ele vir treinar.

Marcos Pudo – Mestre em Fisiologia do Exercício
CREF - 003216-G/SP

25/07   DICAS PARA QUEM VAI PARTICIPAR DA FAST RUN

Domingo é dia de corrida! Pela primeira vez, a Fast Run terá a modalidade meia-maratona, além das provas de 5 e 10 quilômetros. Para os alunos que vão encarar esse desafio, os professores de corrida da Trainer, Felipe e João Felipe, deram algumas dicas:

- Muitas pessoas ficam ansiosas antes da prova e isso pode acabar atrapalhando o desempenho. A dica é relaxar e lembrar que você se preparou corretamente e se concentrar que tudo vai dar certo.

- A alimentação deve ser especial desde o dia anterior à prova. Capriche nos carboidratos e proteínas e deixe de lado alimentos gordurosos e o álcool.

- Nada de correr de jejum! No domingo o café da manhã deve ser caprichado! Renove seus estoques de energia com carboidratos simples e complexos, mas sem exagerar nas fibras – que podem causar desarranjo intestinal.

- Não esqueça de se hidratar antes e durante a corrida. Aproveite todos os postos de hidratação para beber água.

- Opte por roupas leves: shorts e camiseta. Na hora de escolher o tênis, de preferência para aquele que você já estava usando nos treinamentos.

- Aquecimento e alongamento são obrigatórios antes da prova! Não deixe de fazê-los!

- Procure fazer um ritmo progressivo durante a corrida e o mais importante: divirta-se!

A Fast Run começa às 7h45 e terá como ponto de partida o Ginásio Municipal de Esportes. Quem quiser retirar o kit opcional poderá fazê-lo no sábado, dia 26, na FlexPé Sports - rua Presidente Rodrigues Alves, 410, centro, das 10h às 18 horas. Ou no domingo, no próprio local do evento, das 6 horas às 7h30.

Boa sorte a todos os participantes!

Dicas para a Fast Run

24/07   VEJA COMO FICA A PROGRAMAÇÃO DA TRAINER NO FERIADO

O próximo sábado, dia 26, é feriado municipal do Dia de Santana, padroeira da cidade. Para quem pretende aproveitar o dia de folga para treinar, a academia funcionará das 8h às 13 horas com programação diferente.

Na ginástica, por exemplo, os alunos poderão começar o sábado ao ritmo da zumba. Na unidade I, a aula terá início às 9 horas e, no Alto Ipiranga, às 11h30.

A natação funcionará somente para os adultos e a musculação não terá alterações.

Programa-se e vem treinar com a gente no feriado!

Horários no feriado

23/07   ALUNA CONTA COMO O FPM MUDOU A SUA VIDA


superaçãoMudar o estilo de vida. Foi isso que a aluna Lais Prado, de 32 anos, conseguiu. Como resultado, perdeu 12 quilos desde que começou a frequentar a Trainer em outubro de 2013.

A coluna Superação de hoje conta como Lais conseguiu virar o jogo e alcançar o resultado que sempre desejou. Acompanhe:

Blog da Trainer: Quando decidiu que queria emagrecer?

Lais Prado: Passei um tempo nos Estados Unidos e voltei em 2011. Percebi que precisava emagrecer quando cheguei ao Brasil. Perdi os parâmetros enquanto estava fora e acabei ganhando muito peso.

Mesmo assim demorei para realmente querer emagrecer. Aos poucos fui me adaptando a uma alimentação mais balanceada, mas não comecei a treinar logo de cara.

Trainer: Por que decidiu fazer uma atividade física?

Lais: Precisava mudar minha rotina sedentária para ter uma vida mais saudável. Por isso me matriculei na academia. Comecei com treinos de musculação e aeróbicos cinco vezes por semana, sempre alternando as atividades.

Trainer: Você começou a treinar em outra academia. Por que decidiu mudar para a Trainer?

Lais: Foi logo que a unidade do Alto Ipiranga foi inaugurada. Sempre tive amigos que treinavam no Mogilar e acreditavam muito na academia, e isso é muito importante. Você precisa acreditar que existem profissionais qualificados para cuidar de você.

Trainer: Quais aspectos da sua vida melhoraram depois que você começou a treinar?

Lais: É muito ruim ser sedentário, e só percebemos isso quando começamos a mudar o nosso estilo de vida. Além do resultado físico, me sinto mais disposta. Sem falar que tudo melhora: a pele, a aparência...

Trainer: Como foi a sua adaptação aos treinos?

Lais: Faço parte do programa FPM (Forte, Porém Mulher) e posso dizer que ele mudou a minha vida. Como é totalmente focado para mulheres, sentimos a diferença logo no primeiro mês. Os resultados são imediatos e muito satisfatórios.

Em três meses, perdi 6% de gordura e ganhei massa muscular – o que é uma delícia para as mulheres, já que temos mais dificuldade de ganhar massa em relação aos homens.
Nunca imaginei que somente com a musculação eu conseguiria perder tanta massa gorda em tão pouco tempo. Foi isso que fez com que eu me apaixonasse pela modalidade.

Trainer: Como foi a participação da equipe da Trainer nesse processo de emagrecimento?

Lais: Eles me ajudaram muito. Não somente com as reuniões e dicas, mas também com o apoio diário nos treinos. Como já falei, nada melhor do que acreditar naquele profissional e se sentir segura. Isso te dá gás para continuar firme.

Trainer: E como é a sua alimentação hoje em dia?

Lais: Optei pelos alimentos integrais e como de três em três horas. Sempre me alimento adequadamente pré e pós-treino. E deixei de comer milhões de besteiras. Faço o “dia do lixo” somente uma vez semana.

Não é fácil, mas se você quer mudar o seu estilo de vida e se sentir melhor com a sua aparência, é preciso fazer esse esforço. Aquela velha frase no pain, no gain se concretiza. Mas acredite, não passo fome! Muito pelo contrário, me sinto muito satisfeita.

Trainer: Qual mensagem gostaria de passar para os outros alunos?

Lais: Tudo é uma questão de escolha. Se você escolher ser mais saudável, faça de tudo para alcançar esse objetivo e opte por uma academia com profissionais qualificados.

É muito gratificante buscar como inspiração na internet fotos de pessoas que perderam peso e perceber que aquilo não é só um sonho. É possível emagrecer com saúde. Os resultados virão mais rápido do que você imagina. Acredite! Vale a pena!

 Lais Prado

22/07   SAVE THE DATE: PRÓXIMA REUNIÃO DO FPM É DIA 30 DE JULHO

Atenção, mulherada: vai começar mais uma turma do programa FPM (Forte, Porém Mulher) cuja primeira reunião será no dia 30 de julho, a partir das 19h30, na unidade do Mogilar.

O FPM é um programa que alia exercícios de força e orientação nutricional para mudar a vida das participantes. Nos primeiros 21 dias, as alunas perdem, em média, 6 cm de cintura e 3 kg de gordura corporal.

Além de conquistar um corpo bonito e feminino, as mulheres ainda têm uma série de outros benefícios, como aumento na autoestima, pele e cabelos mais bonitos e mais saúde.
O programa foi elaborado pelo professor Marcos Pudo, mestre em Fisiologia do Exercício pela Unifesp, a partir de estudos fisiológicos, metodológicos e comportamentais que apontam para as mulheres que desejam ter um corpo bonito a forma correta de comer e treinar.

A reunião com as alunas tem o objetivo de apresentar as etapas do programa, com detalhes sobre o fundamento do treinamento e todas as informações necessárias.

As alunas das duas unidades estão convidadas a participar. Para se inscrever, basta preencher o formulário abaixo.

 

21/07   TREINAMENTO PARA ADOLESCENTES

No Pain, No GainComo todos sabem, o No Pain, No Gain é uma coluna que se propõe a falar da importância e da necessidade de se controlar as cargas dos exercícios e os fatores que envolvem os resultados esperados. Porém, nas duas próximas semanas, abriremos uma exceção para falar de uma parte da população muito interessada nas alterações da composição corporal: os adolescentes.

Para começar, explicaremos os fatores que precisam ser avaliados antes de se indicar uma atividade física para esta faixa etária.

A participação de jovens em atividades físicas orientadas - como musculação, natação e aulas de ginástica - tem sido muito discutida na comunidade científica. Alguns parâmetros do desenvolvimento psicomotor são importantes para se determinar a intensidade e o volume do treinamento, assim como a modalidade de exercício que será indicada para o adolescente.

Vamos a eles:

Sabendo que o crescimento estatutário (altura) tem características individuais, devemos primeiro avaliar o que chamamos de idade óssea, o que nada mais é que um exame de raio-x feito no punho, ou na cabeça, para verificar se ainda existem na epífise óssea cartilagem e espaço para o crescimento longitudinal dos ossos.

Podemos ter três diferentes situações de resultado: a idade óssea estar avançada em relação à cronológica - um adolescente de 14 anos com idade óssea de 15, por exemplo – ambas as idades estarem iguais ou a idade óssea estar atrasada.

Também devemos levar em conta alguns hormônios que determinam o grau de desenvolvimento fisiológico, como o FSH e o HGH, que podem estar alterados em relação à idade cronológica. Por isso é importante fazer uma avaliação com um endocrinologista especializado em crescimento e desenvolvimento para checar qual é a situação do adolescente.

Outro fator importante que devemos nos atentar é o que chamamos de maturação sexual secundária, que nada mais é do que a expressão fisiológica esperada para determinado momento do desenvolvimento sexual. Essa maturação é medida pela tabela Tanner, que demonstra por meio de cinco estágios o ciclo do desenvolvimento de meninos e meninas.

A somatória e observação constantes dessas três avaliações compõem a base de todas as informações necessárias para que o educador físico faça uma prescrição de treinamento segura e que traga grandes benefícios a essa faixa etária.

A importância da avaliação

Temos uma aluna que, quando estava com 15 anos de idade, fazia musculação e natação com o objetivo de aumentar a sua estatura. Ela tinha 1,51 metro e não se sentia bem por se achar muito baixa.

Para ajudá-la, elaboramos um programa que aumentasse a produção de hormônios de crescimento, o HGH. Durante três meses medimos a sua estatura a cada 15 dias para checar os resultados.

Após esse período, constatamos que não houve nenhuma alteração. Indicamos aos pais um endocrinologista e, depois de fazer os exames que citamos acima, descobrimos que não havia mais possibilidade de aumento em sua estatura.

Claro que a aluna ficou muito triste, mas apresentamos uma alternativa: por ser muito baixa, ela deveria perder peso, assim poderia aparentar ser mais alta do que realmente era.
A aluna seguiu as nossas orientações, emagreceu, está feliz da vida e continua treinando. Esse caso mostra a importância de se fazer uma avaliação completa para a correta prescrição de um programa de treinamento.

Moral da história: Se ela não tivesse tirado a bunda do sofá e vindo treinar, não estaria magra e com o corpo que queria ter.

Marcos Pudo – Mestre em Fisiologia do Exercício
CREF - 003216-G/SP

18/07   HOJE É DIA DE FESTA NA TRAINER

Todo mundo preparado para a Festa Julina da Trainer? O arraiá é hoje, a partir das 19 horas, na unidade do Mogilar.

Os alunos das duas unidades estão convidados a curtir barracas com comidas, bebidas e brincadeiras típicas, além de quadrilha infantil e adulto.

Para participar, basta trazer um quilo de alimento não perecível. Todas as doações serão repassadas para a igreja São José Operário, responsável pelos comes e bebes da festa.

E atenção: por causa da comemoração, a unidade I terá horários diferentes na parte da noite.

Na ginástica, por exemplo, só ocorrerão as aulas de Sh’Bam (a partir das 19h), spinning (às 19h30) e boxe (às 20h10).

Na natação, a última aula será das 19h até as 19h50, e não teremos sessão de hidromassagem. A musculação funcionará normalmente.

Separe o seu traje caipira e venha participar da nossa quadrilha!

Festa Julina da Trainer

17/07   PISCINAS DA TRAINER SÃO TRATADAS COM SAL

Pele e cabelo ressacados, olhos avermelhados e cheiro forte. É basicamente isso que as pessoas, principalmente as mulheres, associam quando pensam em piscina, porque logo imaginam que a água é tratada com cloro.

Para evitar esses problemas, a Trainer mantém em suas três piscinas o tratamento de água salinizada. Esse é um processo que transforma o sal em cloro ativo natural, mantendo o padrão de higiene sem deixar a pele e os cabelos ressecados. O tratamento utiliza a molécula de sal e, por meio de uma forte corrente elétrica, quebra-as em íons de cloro e sódio que combinam com a água e formam o ácido hipocloroso, responsável por manter a qualidade da piscina.

Mariana Ikeda, mãe do Gustavo, de três anos, comenta que tinha essa preocupação antes de matricular o filho na natação, “Ele tem a pele muito delicada e eu tinha medo que o contato com o cloro causasse irritação, tanto na pele quanto nos olhos”.

A mãe conta que matriculou o filho no começo do ano e está muito contente com os resultados. “A estrutura da Trainer é ótima e os professores muito atenciosos. O Gú já está nadando super bem”, comenta.

natação

15/07   TRAINER RECEBE INSCRIÇÕES PARA A FAST RUN

Já estão abertas as inscrições para a corrida Flex Pé Fast Run e os alunos da Trainer podem se inscrever com preços especiais.

A competição será no próximo dia 27, a partir das 7h45 no Ginásio de Esportes de Mogi das Cruzes.

O evento seguirá a mesma linha das edições anteriores, cuja característica principal é fato de ser uma prova rápida. Além dos tradicionais percursos de 5 e 10 quilômetros, a grande novidade será a modalidade meia maratona, com o trajeto de 21,1 km.

Para os alunos da Trainer, as inscrições poderão ser feitas nas duas unidades até o dia 20. Os valores são de R$ 60 para as distâncias de 5 e 10 quilômetros e R$ 75 para a meia maratona.

Quem quiser se preparar, até o dia da prova vai rolar um treino especial de melhora do condicionamento físico com saída da unidade do Mogilar. Será às segundas e quartas, a partir das 19h30. Venha participar!

Inscrições Fast Run

14/07   COLOQUE O PROJETO VERÃO EM PRÁTICA

No Pain. No GainEssa semana vamos continuar falando sobre emagrecimento. Na última coluna explicamos como funciona o processo para eliminar aqueles quilinhos extras indesejados e demos o alerta: a hora certa de começar o projeto verão é agora, no inverno. Para quem se interessou, hoje vamos contar como você pode colocar esse plano em prática.

Basicamente existem duas estratégias de treinamento para o inverno: a primeira é a perda de peso total, ou seja, você subir na balança e ver o número diminuir. A segunda é fazer um planejamento que permita que você mantenha, ou até aumente, a sua massa muscular e diminua a sua gordura corporal no momento em que mais desejamos estar em forma: o verão.

A primeira maneira baseia-se na prática de atividades de alto gasto calórico, como exercícios aeróbios, e em uma dieta de baixa quantidade de calorias. Simplificando: é um processo complicado e sacrificante.

Já a segunda maneira divide os meses que faltam até o verão em fases, com objetivos específicos, o que facilita avaliações constantes de rendimento e possíveis alterações no treinamento, garantindo um resultado final satisfatório.

Como já falamos na coluna anterior (clique aqui para ler), no inverno consumimos uma quantidade maior de energia (calorias) e as baixas temperaturas dificultam, e até impedem, que façamos exercícios ao ar livre. Por isso, o ideal é aumentarmos a massa muscular com treinamentos mais intensos de musculação e nos alimentarmos com sabedoria.

Assim, quando a primavera chegar, o objetivo será a definição – quando um balanço calórico negativo será feito com o foco de preservar a massa muscular adquirida nos meses anteriores e eliminar apenas a gordura corporal. Depois desses passos, no verão o aluno precisará apenas manter os resultados conquistados.

Fisiologicamente não conseguimos alterar nenhuma dessas duas variáveis de forma radical sem prejudicar a nossa saúde. Grande perda de peso em pequeno espaço de tempo só acontece com dietas chamadas de inanição – que ficam abaixo de 800 quilocalorias por dia e normalmente são acompanhadas de inibidores de apetite, como derivados de anfetamina.

O aumento da massa muscular em grande magnitude em espaço de tempo reduzido só é alcançado com o uso de anabolizantes, que oferecem grandes efeitos colaterais e riscos à saúde.

Por isso, se deseja ter um shape bonito e saudável no verão, inicie já o seu treinamento. Determine uma meta, procure o seu professor, monte o seu planejamento e trabalhe com determinação. O resultado valerá a pena.

Comparando resultados

Um caso muito interessante aconteceu com uma dupla de amigos. Os dois treinavam juntos desde o final do verão de 2012.

Ambos fizeram um plano anual. Porém, um deles treinou o inverno todo enquanto o outro pulou os meses mais frios e voltou à academia só em setembro. Quando saíram de férias, no início de dezembro, os dois fizeram uma avaliação física para checar os resultados. Aquele que parou de treinar no outono/inverno, obviamente, reclamou.

Ele disse: Não é justo! Iniciamos o programa juntos e eu não obtive os mesmos resultados.
O amigo respondeu: só fazer o plano da academia não lhe garante resultados. O que me fez estar melhor do que você foi o fato de ter treinado o ano inteiro.

Moral da história: tire a bunda do sofá e venha treinar no inverno também!

11/07   EQUIPE DA TRAINER PASSA POR CAPACITAÇÃO

O último final de semana foi bem movimentado para o pessoal da Trainer! No sábado, dia 5, um grupo de funcionários da academia participou de um programa de desenvolvimento de pessoas em um sítio no bairro do Botujuru.

A atividade, chamada de Team Building, é um treinamento no qual todos os colaboradores simulam situações que acontecem no dia-a-dia, como problemas de comunicação e trabalho em equipe. “O objetivo é desenvolver competências básicas de cada um para que eles possam oferecer um atendimento de qualidade ao cliente, conquistar melhorias nas áreas pessoal e profissional, e também tornar o time mais eficiente”, explica Loraine Araujo, da Quinto Elemento, empresa responsável pelo programa.

A ideia de participar do Team Building surgiu após a pesquisa de opinião feita na academia no mês de abril. Todas as demandas apontadas pelos clientes foram apresentadas aos colaboradores. Ao final da dinâmica, cada grupo se reúne, discute as questões, apontam soluções e, baseados nisso, montam um projeto de melhorias que eles mesmos serão responsáveis por executar na academia.

Treinamento constante

Já no domingo, dia 6, os professores da área de ginástica e musculação participaram de uma palestra em São Paulo sobre exercício e emagrecimento.

Segundo Marcos Pudo, todos os meses a academia oferece aos professores algum tipo de atividade para que eles possam aprofundar e reciclar o seu conhecimento técnico. “Queremos que eles se tornem pessoas melhores e profissionais mais capacitados, para que possam atender aos alunos com qualidade e eficiência. Dessa forma, todos os lados saem ganhando”, comenta.

Equipe Trainer

Equipe Trainer

 

10/07   ALUNA CONTA COMO DIMINUIU O MANEQUIM DE 46 PARA 38


1 - Selo Superacºaâo Trainer-01Na coluna Superação dessa semana, vamos conhecer a história da dona de casa Luciana Eslebão, de 32 anos, que encontrou no esporte uma forma de mudar seus hábitos e conquistar qualidade de vida.

A aluna, que agora faz parte do programa FPM (Forte, Porém Mulher), começou a treinar em janeiro deste ano porque queria perder peso. Com muita determinação e força de vontade, ela conseguiu conquistar o seu principal objetivo: ter saúde e fôlego para brincar com a filha de nove anos.

Acompanhe o bate papo que o blog da Trainer teve com a Luciana:

Blog da Trainer: O que motivou você a começar a treinar?

Luciana Eslebão: Eu estava cansada de ser gordinha e de ter auto piedade de mim. Queria me ver livre de uma vez por todas daquele corpo que me aprisionava. E não foi somente a parte estética. A minha saúde também me preocupava muito. Eu não tinha energia para brincar com a minha filha e uma simples caminhada de 20 minutos me deixava extremamente cansada.

Trainer: Como você se sentia antes de começar a praticar exercícios?

Luciana: Eu estava com o colesterol alto, sofria de insônia e tinha dores fortíssimas na lombar, na cabeça e nos joelhos. Minha autoestima não existia. Não conseguia me olhar no espelho. Cada vez que tomava coragem para fazê-lo eu não me reconhecia. Eu tinha vergonha do meu corpo.
Comprar roupas era uma verdadeira tortura, porque nada ficava bem em mim. Lembro-me de entrar uma vez em uma loja, a vendedora me olhar e falar que ali não tinha peças do meu tamanho. Isso acabou comigo e me fez sair chorando do lugar.

Trainer: No início qual era a sua rotina de treinamento?

Luciana: Eu fazia musculação três vezes por semana e exercícios aeróbios de segunda a sexta. E, como moro perto da academia, ia caminhando todos os dias.

Trainer: Quais foram os principais desafios?

Luciana: A maior dificuldade foi travar dia após dia uma verdadeira batalha contra eu mesma. Não foi fácil, mas sabia que estava em minhas mãos o poder da vitória. A cada dia que ia para a academia era mais um obstáculo superado. Eu olhava para mim e pensava: gordinha preguiçosa, eu te venci mais uma vez!

Trainer: Por que escolheu a Trainer?

Luciana: Por ser uma academia muito bem conceituada. E também porque recebi várias indicações de amigas.

Durante o treinamento, os professores e toda a equipe da Trainer foram muito importantes para mim. Eles me deram todo o apoio e incentivo, além de dicas sobre alimentação e de exercícios. Fui muito bem acolhida por todos.

Trainer: Quais foram os resultados conquistados nesses seis meses?

Luciana: Estou muito bem disposta e minha autoestima está nas alturas! Não fujo do espelho, não tenho mais dores e os resultados dos meus exames estão ótimos. 

No total, perdi seis quilos e ganhei quatro de massa magra, portanto, a diferença na balança não foi tão grande. O grande impacto foi no meu manequim: que reduziu de 46 para 38. Porém, a maior conquista é ter disposição para curtir a minha filha.

Trainer: Qual a mensagem gostaria de passar para outras pessoas?

Luciana: É preciso mudar para si. Do contrário, logo vai surgir uma frustação que fará com que você se perca no caminho. Tenho consciência que estou só no início da minha batalha, mas tomei a decisão de guerrear contra mim mesma, e essa é uma escolha que só eu posso fazer.

Também é importante lembrar que não devemos ter como meta um manequim menor. Cada um tem corpo diferente e com suas próprias proporções. O objetivo deve ser a conquista de uma vida com mais saúde e energia.

Luciana Eslebão

 

08/07   FESTA JULINA DA TRAINER SERÁ NO DIA 18 DE JULHO

Por conta dos jogos da Copa, a Festa Julina da Trainer precisou ter a data alterada novamente: o arraiá vai acontecer no próximo dia 18, às 19 horas, na unidade do Mogilar.

Todos os alunos das duas unidades estão convidados. E o lado bom da alteração de data é que todo mundo teve mais tempo para se preparar para a quadrilha. Se você ainda não confirmou a sua participação, é só falar com um dos professores para não ficar de fora do agito.

A entrada na festa será um quilo de alimento não perecível, que será doado para a igreja São José Operário, também no bairro do Mogilar.

Separe o seu traje caipira e vem pular fogueira com a gente!

Festa Julina da Trainer

07/07   COMECE AGORA O SEU PROJETO VERÃO

Selo No Pain No Gain TRainer-01A coluna No Pain, No Gain desta semana vai falar sobre emagrecimento. Muita gente pensa em perder os quilinhos extras só quando o verão está chegando, ao invés de aproveitar o inverno para se preparar.

Se você pretende curtir os meses de dezembro, janeiro e fevereiro com o corpo em dia, não deve perder mais tempo! Por isso, hoje vamos falar sobre o que se deve fazer para garantir o sucesso do seu projeto verão 2015.

Inicialmente, explicaremos como funciona o processo de emagrecimento e, na próxima semana, vamos contar como você pode montar a sua estratégia de treino com foco no verão.

De forma específica, só existe uma forma de emagrecer: fazer um balanço negativo calórico - ou energético. Ou seja, gastar mais calorias em um período de tempo do que aquilo que se consome.

Esse procedimento faz com que determinados hormônios ajam sobre as células adiposas retirando parte da energia acumulada e a levando para a corrente sanguínea. A partir daí, o sistema circulatório levará essa energia (AGL) para o fígado, onde será transformada em glicose para repor a quantidade de açúcar no sangue, que estava baixa por conta da dieta de poucas calorias.

Este ajuste em no organismo chama-se homeostasia (equilíbrio interno). Ou seja, toda vez que colocarmos em prática esse procedimento de balanço calórico negativo, parte da gordura corporal será utilizada para repor a nossa glicemia e, consequentemente, pressão arterial e sistema visual.

Para exemplificar o processo, podemos usar o caso de pessoas que, ao fazerem uma dieta restritiva, chegam a desmaiar - principalmente quando são expostas ao sol e temperaturas mais elevadas. O baixo consumo de calorias ocasiona a queda da pressão arterial que, somada à baixa quantidade de glicose no sangue, leva ao desmaio.

Até agora falamos apenas do processo de diminuição da célula adiposa e seus malefícios, o que acaba gerando a dúvida: como posso emagrecer com saúde?

Manter a dieta e aumentar o gasto calórico por meio dos exercícios físicos é a solução mais saudável e prazerosa. A proposta é diminuir a ingestão de alimentos, como gorduras e doces, e fazer atividades de curta a moderada duração, de baixa a moderada intensidade. Dessa forma, a pessoa conseguirá comer com qualidade e não necessitará de muito tempo para a prática de exercícios.

O maior desafio desse método é a prática, pois exige que o aluno abra mão de parte do prazer que a comida oferece, sem falar em mudanças de hábitos de vida e a inclusão da prática de exercícios em sua rotina.

Como grande parte das pessoas só pensa em manter o corpo saudável para o verão, quando usamos menos roupa e costumamos nos expor mais fisicamente, iniciar esse processo com antecedência é a melhor opção.

Dessa forma, o aluno não perderá massa muscular, não precisará fazer dietas de baixa caloria, muito menos usar remédios para esse fim. Quanto mais tempo você demorar para iniciar este processo de emagrecimento, mais radical deverão ser suas atitudes.

Sem perder tempo

Uma amiga me procurou dizendo que, como a maioria das mulheres, queria perder aproximadamente três quilos. No entanto, comentou que estava com dificuldade de emagrecer porque no inverno costumamos comer alimentos muito gordurosos e temos preguiça de fazer exercícios.

Disse a ela que, como a ingestão de alimentos está elevada no inverno, iniciar um programa de atividades físicas facilitaria o aumento da massa muscular, pois consumimos calorias em excesso, o que é benéfico para a hipertrofia, além de evitar um maior acúmulo de gordura.

A pergunta dela foi a seguinte: qual seria a vantagem, se ao invés de perder, ela acabaria ganhando peso?

Expliquei que a composição corporal não seria tão alterada. Ou seja, a quantidade de gordura não aumentaria porque grande parte da energia consumida se acumularia nos músculos. Dessa forma, a vantagem da hipertrofia seria evitar o acúmulo de gordura no inverno e facilitar o processo de emagrecimento durante a primavera e verão.

Ela aceitou a proposta e já começou a treinar.

Moral da história: tira a bunda do sofá e a mão do saco de pipoca e vem treinar.

04/07   TRAINER OFERECE 10 DIAS DE ACADEMIA GRÁTIS

A Trainer tem uma proposta irrecusável para você que quer começar a treinar! Que tal um passe livre com direito a 10 dias de academia de graça e um vale-desconto na sua matrícula?

Para conseguir é fácil! Basta preencher o formulário abaixo com os seus dados e depois imprimir o seu free pass (é só clicar com o botão direito sobre a imagem e depois escolher a opção imprimir). Um importante lembrete: é necessário cumprir as duas etapas (formulário e impressão do free pass) para ter direito ao benefício, que pode ser usado apenas uma vez por CPF cadastrado.

Com o seu passe livre, você poderá escolher uma das unidades da Trainer e usar todos os serviços oferecidos pela academia – musculação, ginástica e estúdio pilates – em qualquer dia da semana e horário durante dez dias.

E, como temos certeza que depois desse período você não vai mais querer parar de treinar, o seu free pass também vale dinheiro. Após os 10 dias, quem se matricular na Trainer ganha R$ 50 de desconto na taxa de adesão do plano anual.

Você não ficar fora dessa, vai? Preencha o formulário, imprima o seu passe e vem treinar com a gente!

1 - Post Free Pass Trainer-01

 

03/07   ACADEMIA FUNCIONARÁ EM HORÁRIO DIFERENTE NA SEXTA

Atenção, pessoal: nesta sexta-feira, dia 4, e na próxima quarta, 9 de julho, as duas unidades da Trainer funcionarão em horários diferenciados.

Na sexta, as mudanças ocorrerão por conta do jogo do Brasil: a academia fechará às 16 horas e não voltará a abrir.

Para o pessoal da ginástica, haverá apenas uma alteração de horário. Na unidade I, a aula de zumba das 15h30 será antecipada para as 15 horas.

Na natação, a última aula para crianças e adultos terá início às 14h50 e seguirá até as 15h40. O último horário para os bebês será das 14h40 às 15h20.

Na quarta-feira, 9, como será feriado da Revolução Constitucionalista de 1932, em São Paulo, a academia funciona das 10h às 13 horas, com musculação e natação para adultos.

Programa-se e vem treinar com a gente!

Horário diferenciado nessa sexta

02/07   DICAS DE ALIMENTAÇÃO PARA O INVERNO

Muitas pessoas não sabem, mas a melhor época para perder peso é no inverno, já que o  metabolismo corporal fica acelerado para manter o corpo aquecido. Por isso, a fome e a quantidade de alimento são maiores.

Essa é a hora de intensificar os treinamentos e dar início ao projeto verão. Mas de que adianta o metabolismo estar acelerado se a pessoa comer mais e de maneira errada?

Para manter a alimentação sobre controle, é importante fazer dois lanches intermediários para evitar o excesso de fome antes das refeições principais (café da manhã, almoço e jantar), e outro antes de ir dormir.

O ideal é não pular refeições,  fazê-las em horários pré-determinados e não comer em frente à televisão de jeito nenhum – isso faz com que se perca a noção do quanto já consumiu.

Veja os alimentos mais indicados para consumo no inverno:

Frutas

Ricas em vitaminas e com poder antioxidante. Também contêm uma grande quantidade de fibras, fazendo com que o corpo se sinta satisfeito por mais tempo. Esse grupo inclui as frutas secas, como damasco e ameixa.

Fibras

O consumo de fibras traz saciedade, o que é importante nesses meses de mais fome. Invista em granola, nozes e castanhas.

Carnes

Carne bovina, peixes e aves são atraentes e podem ser preparados de maneira mais saudável, com pouca gordura.

Saladas

Se você pensou em se livrar delas só porque está frio, esqueça. Saladas mornas aonde as hortaliças são regadas com temperos quentes são uma ótima opção.

Hidratação

Apesar de suar menos no inverno, o organismo necessita ser hidratado durante o dia, ainda mais se for feita alguma atividade física. A hidratação é de extrema importância neste período, apesar da maioria das pessoas não sentir tanta sede.

Para quem gosta de sopas, a dica é deixar de lado as prontas – que são muito calóricas e contêm muito sódio - e fazer a sua própria com legumes, verduras e temperos naturais. Batatas, massa ou arroz podem ser acrescentados, mas com moderação.

No caso do chocolate quente, a opção é consumi-lo com leite desnatado e achocolatado light. As massas com molho branco ou creme de leite devem ser substituídas pelo molho tradicional de tomate. É menos calórico e contém menos gordura.

 

dicas de alimentação no inverno