31/08   Alunas da Trainer se apresentam em Campos do Jordão

alt

As aulas de dança e jazz nas unidades da Trainer estão fazendo tanto sucesso que nossas alunas vão se apresentar no XX New Fest Dance, de Campos de Jordão, no próximo dia 3, no auditório Claudio Santoro.

A professora da Trainer Verônica Koba comentou que os ensaios já estão a todo vapor para o pessoal fazer bonito no dia da apresentação. “Nossas alunas são super dedicadas e já estamos ensaiando bem forte para surpreender a todos”.

O musical chama-se Divas, inspirado nas mulheres do anos 50, as chamadas pin-ups, e serão 15 bailarinas no palco.

A Cia Independente é formada pelas alunas do curso de jazz dance das unidades do Mogilar e Trainer for Woman. “São pessoas que adoram dançar e, justamente por isso, organizamos estas apresentações em festivais. O objetivo não é a competição, mas sim a realização de cada uma na arte”, explicou Verônica.

Depois a gente conta aqui no blog como foi a apresentação, certo?

30/08   Lançamento do Trainer+, o app exclusivo da Trainer

A Trainer é a única academia em vários aspectos em Mogi, certo? Única com três unidades, única com programas de treinamento exclusivos, única a oferecer o Swintest, entre muitas outras coisas. E agora também somos os únicos a oferecer o Trainer+, um aplicativo exclusivo para nossos alunos.

A ideia do app é simples: conseguir descontos especiais em estabelecimentos parceiros da academia. O download já pode ser feito tanto para aparelhos com iOS quanto Android, e os descontos já passam a valer a partir de hoje.

Dá uma olhada neste vídeo para entender o funcionamento do app:

O proprietário da Trainer, Marcos Pudo, comentou que o aplicativo é mais um serviço que a academia oferece para os alunos. “Temos investido em aparelhos novos, reformas estruturais, lançamento de programas, entre outras coisas, por isso, o Trainer+ vai exatamente neste sentido. Sem contar que ele representa um benefício financeiro importante para nossos alunos, que podem conseguir tantos descontos, que a mensalidade da academia acaba saindo praticamente de graça”, explicou.

Atualmente são aproximadamente 50 estabelecimentos parceiros, mas a ideia é esse número aumentar bastante nos próximos meses. “Estamos conquistando novas empresas a cada dia e o pessoal está bastante receptivo à ideia, porque na prática beneficia todo mundo que está envolvido, tanto o aluno quanto o próprio empresário.

Baixe o Trainer+ hoje mesmo e boas compras.

Faço dowloado agora mesmo:

alt                   alt

 

29/08   No Pain No Gain: Voltando a treinar – Segunda parte

alt

Para quem ficou parado por um algum tempo e está voltando a treinar, pode ser bem difícil a readaptação e muita gente acaba desistindo. Para ajudar essas pessoas, a coluna No Pain No Gain já falou sobre a volta aos treinos na semana passada (clique aqui para ler) e hoje é a vez da segunda parte da coluna. Boa leitura.

Geralmente, as pessoas que treinam numa intensidade um pouco maior variam atividades aeróbias e anaeróbias para o corpo não sofrer muito, o que é o ideal em alguns casos. No entanto, depois de um período parado, o processo de recuperação é mais lento e o corpo vai precisar de mais tempo para aquecer e se recuperar.

Muitas vezes o cansaço pode ser bem grande, além do sono e a preguiça serem maiores. No entanto, não pode desistir, tem de continuar treinando para voltar ao ritmo anterior.

Outra coisa muito comum é a dor, principalmente em alguns grupos musculares que sentem mais, como o músculo posterior da coxa, peitoral e tríceps. Estes também são os músculos mais sujeitos a lesões.

Neste momento é importante controlar a amplitude do movimento para não sofrer depois. Não tem problema fazer o exercício de forma mais tranquila até que o organismo volte a se acostumar com aquilo. São pelo menos 45 dias para o corpo responder aos estímulos novos, porque o músculo leva esse tempo para se readaptar. Ter paciência é muito importante.

Já comentamos na coluna da semana passada, mas é fundamental dar prioridade ao treinamento contínuo neste momento e intercalar exercícios e grupos musculares, para que todos tenham tempo de se recuperar de maneira satisfatória.

O tempo dedicado ao exercício também pode ser menor nesta retomada. Atividades aeróbias podem ser feitas em no máximo 40 minutos, mas não custa nada lembrar que depois de 20 minutos você já está tendo ganhos consideráveis, tanto cardiorrespiratórios quanto cardiovasculares. A única exceção é a caminhada em um ritmo mais lento. Daí o ideal é fazer pelo menos uma hora, porque a intensidade é muito menor.

Para quem pratica atividades recreativas, como o futebol com os amigos, o índice de lesões é ainda maior, principalmente porque o corpo não obedece de imediato a tudo aquilo que você quer que ele faça. É semelhante a falar outro idioma: se você fica um tempo sem praticá-lo, tem de voltar aos poucos para conquistar a fluência novamente.

Vale dizer que quem praticava uma atividade de maneira regular e parou, mesmo sendo considerada sedentária novamente, vai ter mais facilidade em voltar à forma anterior porque o corpo desenvolve o que chamamos de lastro fisiológico.

Neste retorno, temos o hábito sempre de falar o quanto a dor é importante, porque ela serve de medidor da sua situação. Estabeleça uma escala de 0 a 5 e seja sincero na hora de avaliar a intensidade. Se realmente estiver muito alta, é sinal de que algo esta errado e você tem de mudar. Mas cuidado porque existe uma exceção: tem gente que não sente muita dor, então, nestes casos, é preciso ainda mais atenção para não abusar no treino e sofrer as consequências depois.

Existem algumas frases que, em teoria são motivacionais, mas não funcionam nestes casos, como: “Agora é hora de tirar a diferença”, “Vou matar de treinar agora”, “A dor é subjetiva”, “Dor é para os fracos” ou “Vou recuperar todo o tempo perdido rapidinho”. Evite pensar assim neste retorno, porque nada disso fará bem se você exagerar.

Moral da história: não adianta colocar o carro na frente dos bois.

26/08   Aniversário de Mogi

Temos certeza que não precisamos lembrar vocês do feriado da próxima semana, certo? Nossa cidade fará aniversário e todo mundo vai ter uns dias a mais para descansar.

Mas nem por isso é desculpa para não treinar, porque as unidades da Trainer estarão abertas na quinta-feira, dia 1º.

No Mogilar e no Alto do Ipiranga, o horário de funcionamento será das 17 às 22 horas. A natação, na unidade do Mogilar, será apenas para os adultos.

Já a Trainer for Woman fecha na quinta-feira, mas volta ao horário normal na sexta-feira, assim como as demais unidades.

25/08   Dicas para treinar no frio

alt

A temperatura até subiu um pouco, mas esta semana fez bastante frio e muita gente deve ter deixado de treinar por conta disso. O inverno tem sido bem mais frio neste ano e os meteorologistas dizem que ainda teremos temperaturas baixas em alguns dias antes da primavera.

Por isso, pensamos em algumas dicas para ajudar a espantar a preguiça e colocar todo mundo para treinar, mesmo quando a temperatura não estiver das mais quentes.

Meta
Esta dica vale para qualquer época do ano na verdade, mas nem por isso é menos importante. Ter uma meta é fundamental para conseguir conquistar os resultados esperados. Então defina onde quer chegar e converse com o professor para descobrir o melhor caminho até seu objetivo.

Hidratação
Com as temperaturas mais baixas, a tendência é o clima ficar cada vez mais seco, por isso, a palavra de ordem é hidratação. Não esqueça de levar o squeeze com água para o treino e tome bastante água durante todo o dia.

Aquecimento
Com a temperatura mais baixa, preparar o corpo para a atividade física é essencial, tanto pelo desempenho quanto para evitar lesões graves. Então, antes de qualquer prática, faça um aquecimento.

Roupa adequada
Em ambientes externos é preciso estar bem agasalhado, mesmo que o treino esquente o corpo. Luvas e gorros são sempre bem-vindos e um protetor labial é o melhor aliado para evitar o ressecamento. Além disso, há roupas com tecnologia suficiente para manter o corpo aquecido, mas também permitem a transpiração. A roupa certa para a atividade ajuda e muito no desempenho. Mas é importante sempre trocar de roupa após o treino, para não ficar com uma camiseta molhada, por exemplo, e se expor ao clima mais frio.

Organizando o dia
Se você só consegue treinar depois do trabalho, por exemplo, deixe sua mochila arrumada e vá direto, sem passar em casa. Isso ajuda a evitar a tentação do sofá.

24/08   Treinão de corrida

alt

Sábado é dia de descanso, certo? Errado! Principalmente o próximo, dia 27, porque organizamos um incrível treinão de corrida para nossos alunos.

Então já anota na agenda: o ponto de encontro será na praça do Habib's, às 7h30, no próximo sabadão. De lá, o pessoal vai de carro até Luís Carlos para começar o treino.

Serão duas distâncias: 6 e 12 quilômetros.

E o melhor de tudo: o treino é aberto para alunos das três unidades da Trainer (Mogilar, Alto do Ipiranga e Trainer for Woman).

Além de aproveitar para deixar o treino em dia, a galera vai conhecer outros alunos e aproveitar o visual incrível daquela região.

Esperamos vocês no sábado!!!

23/08   Tocha olímpica na Trainer

alt

A Rio 2016 pode até ter acabado oficialmente, mas o espírito olímpico continua acesso na Trainer.

No sábado, dia 20, a nadadora mogiana Lucila Martins estave na unidade do Mogilar com a tocha que carregou na cidade antes da abertura oficial das Olimpíadas e também com a medalha conquistada nos Jogos Pan-Americanos de 1971.

Lucila fez a alegria dos alunos, não só da natação, que aproveitaram para tirar selfies com a nadadora, a medalha e a tocha.

A mogiana é uma das maiores nadadoras da história da cidade, com participação em campeonatos super importantes, como Sul-Americano de 1968, 1970 e 1972, Jogos Pan-Americanos 1971, Jogos Luso Brasileiros 1972, além de vários campeonatos nacionais e estaduais.

Pouca gente sabe, mas a carreira de Lucila começou ainda criança, quando apredeu a nadar no rio Tietê com seu pai.

Para ver as fotos da passagem da nadadora pela Trainer é só clicar aqui.

22/08   Voltando a treinar - primeira parte

alt

Para quem ficou parado um tempo, voltar a treinar é bem complicado. O organismo precisar passar por todos os processos de adaptação novamente e é preciso bastante paciência para chegar ao nível anterior. Por isso, o mestre em fisiologia do exercício e proprietário da Trainer, Marcos Pudo, vai explicar na coluna No Pain No Gain desta semana quais são as melhores maneiras de retomar o treinamento.

Geralmente, este período do ano é quando as pessoas estão voltando à academia, principalmente porque ficaram paradas durante o inverno. O problema começa justamente aqui: a meta para elas é chegar em dezembro com o corpo que tinham anteriormente, e o tempo para isso é bem curto.

É justamente neste ponto é que existe a maior probabilidade de errar, porque três, quatro meses às vezes é pouco tempo para a pessoa conquistar o resultado desejado. Por conta disso, acaba treinando muito forte e sofre lesões variadas.

É claro que varia de pessoa a pessoa, no entanto, após 30 dias o organismo já começa a passar pelo que chamamos de destreinamento e, quanto maior o tempo, pior vai ficando. Ocorre a perda de densidade e tônus muscular, muda a alimentação, ganha peso e o corpo ganha outro formato. Homens e mulheres sentem isso de formas diferentes, mas ambos sofrem a mesma coisa.

A volta ao treinamento é bastante específica para cada pessoa, porque cada um tem um metabolismo e também pratica modalidades diferentes, mas ainda assim, existem orientações que servem para todo mundo.

O principal segredo nesta retomada é manter um método contínuo, seja qual for a sua modalidade. O ritmo precisa ser mais tranquilo, não pensar muito em intensidade, mas sempre treinar de maneira constante. Aquela falta de ar característica de quem está voltando, vai acontecer com quase todo mundo, porque na prática você volta a ser sedentário, no entanto, aos poucos a sua capacidade cardiovascular voltará ao que era antes.

O método contínuo também é importante para evitar lesões, porque você estará respeitando seu corpo e não causará inflamações nos músculos.

Atividades anaeróbias, como musculação, ginástica localizada, body pump, saltos e até mesmo o futebol, por exemplo, são intermitentes, com movimentos de contração e relaxamento muito intensos dos músculos. O ideal é evitar contrações excêntricas excessivas e amplitudes muito grandes de movimento. Faça as coisas mais devagar. Nesse caso, mesmo para quem treinar devagar, o corpo vai sentir alguma coisa.

Essa fadiga é possível ser medida por meio da creatina quinase (CK) por meio de exames laboratoriais. Como na academia não conseguimos fazer isso, é importante o próprio aluno ser honesto com o professor e com ele mesmo para informar quando está com muita dor ou cansaço excessivo para que o treino seja adequado e não tenha outro problemas.

A chamada dor tardia vai acontecer, mesmo que você não treine numa intensidade muito forte. Ela faz parte do processo, não tem como não sentir. Geralmente ela tem um pico entre 48 e 72 horas após o exercício. A questão é a intensidade desta dor e os treinos posteriores. Se ela estiver muito intensa, é sinal de que o músculo ficou muito inflamado, então é necessário descansar por um período maior para que ele se recupere.

Outra questão importante é a memória. Quando você parou de praticar a atividade, estava em determinado nível, e agora no retorno é completamente diferente. O processo adaptativo também faz parte disso, de você entender que não voltará ao mesmo nível em pouco tempo.

O melhor é voltar sem dor, então não se preocupe em colocar menos carga ou diminuir o volume ao qual você estava habituado. O segredo é pequenas com doses de treino com uma frequência constante.

Lembre-se também que é fundamental dar um descanso para o corpo. Tem gente que não sente dor e exagero no treino, daí quando aparece a lesão, ela é muito mais grave. O repouso é essencial para o organismo se recuperar e você voltar à prática de uma maneira saudável.

Moral da história: caldo de galinha e precaução não fazem mal a ninguém.

19/08   7 EXERCÍCIOS PARA MELHORAR SEU RENDIMENTO NA CORRIDA

Muitos dos nossos alunos adoram correr. Afinal, além de ser uma modalidade relativamente fácil de ser praticada – em tese, basta colocar um tênis com bom amortecimento e começar a correr, seja na rua ou na esteira – a corrida também é ótima para queimar calorias, melhorar a capacidade cardiovascular e aumentar a resistência muscular, entre outros benefícios.

Quem começa a correr logo toma gosto e quer partir para novos desafios, entre eles participar de provas, aumentando as distâncias percorridas e correndo em um tempo menor. Se você já faz parte do clube de corredores, mas quer melhorar sua performance, é importante associar a corrida a outras atividades.

Hoje listamos algumas modalidades oferecidas na Trainer que vão te ajudar a ganhar força, velocidade, capacidade cardiopulmonar e resistência muscular.

1. Musculação
A musculação melhora a força, velocidade, fortalece a musculatura e as articulações, além de ser uma atividade importante para prevenir lesões. Corredores com pernas, abdome e costas fortalecidos garantem um rendimento melhore durante as provas.

2. Pilates
O pilates melhora o controle respiratório, a flexibilidade, o equilíbrio, a concentração, a postura, a consciência corporal e ajuda a amenizar o estresse. A Trainer oferece várias modalidades de pilates, entre elas o pilates em aparelhos, o suspenso e o de solo. É só escolher uma e experimentar os benefícios.

3. Natação
Cair na piscina proporciona movimentação sincronizada, concentração, respiração controlada, além de aumentar a capacidade pulmonar, melhorar o condicionamento físico, fortalecer a musculatura e as articulações.

4. Spinning
Nas aulas de spining da Trainer, as simulações de percursos com variação de intensidade ajudam a trabalhar os membros inferiores, deixando as pernas mais fortes e resistentes a fadiga muscular.

5. Yoga
Ótima opção para controlar a respiração, controlar a ansiedade e o gasto de energia durante a execução de um exercício. Veja os horários das aulas de Yoga da Trainer aqui e participe.

6. Alongamento
Alongar aumenta a flexibilidade, melhora a passada, o ritmo, a postura, a consciência corporal e ainda auxilia na regeneração muscular.

7. Lutas
As aulas de lutas são ótimas para trabalhar a agilidade, a resistência e o aumento da temperatura corporal. A Trainer oferece aulas de boxe, jiu jitsu, muay thai e karatê.

Se não rolar tempo para praticar todas estas modalidades para melhorar seu desempenho na corrida, escolha pelo menos duas. Depois, conte para gente quais foram seus resultados.

18/08   QUEM TREINA SEM COMER COMEÇOU O TREINO ERRADO

Há quem pense que treinar de barriga vazia vai acelerar o processo de emagrecimento. Há também aqueles que, por conta da correria do dia a dia e da falta de tempo, acabam deixando de comer antes de treinar.

De fato, não importa o motivo: quem treina em jejum está fazendo isso errado! Saiba por que você precisa se alimentar antes de praticar qualquer atividade física.

1- Para não perder massa magra
Muitas pessoas pensam que, se você tem uma oferta grande de tecido adiposo – ou seja, gordura – no corpo, é de lá que seu organismo vai tirar energia para os treinos. Porém, nosso corpo é mais eficiente em retirar essa energia do músculo, o que acarreta também em perda de massa magra. Com isso, você pode até emagrecer, mas vai perder justamente aquilo que deixa seu corpo bonito.

2- Para não aumentar sua fome (e comer demais depois)
Quem treina sem comer eleva a fome que sentiria naturalmente. Isso porque, durante o jejum, ocorre o aumento do hormônio chamado cortisol, que afeta os neurotransmissores cerebrais aumentando a sensação de fome. Com isso, você corre o risco de comer mais do que precisa após os treinos, só para se sentir saciado.

3- Para garantir um bom rendimento no treino
Com uma alimentação bacana antes do treino, você desempenha melhor suas funções ao longo do treinamento. Até uma hora antes do exercício, coma alimentos de baixo índice glicêmico, como batata doce, pão integral, fruta com aveia, mandioca.

4- Para não passar mal
Essa é até meio óbvia, mas é sempre bom lembrar. Além da queda no rendimento, você pode ter um mal estar durante a prática de exercícios, principalmente nos mais intensos, em que pode haver tonturas, desmaios, queda da pressão, visão turva e hipoglicemia.

Na dúvida, recorra a um nutricionista ou converse com seu professor na academia para saber a melhor alimentação antes dos treinos. Mas não deixe de comer!

17/08   CONHEÇA AS MODALIDADES DA WHITE PARTY

A terceira edição da White Party da Trainer já está chegando! A festa vai rolar nas duas unidades da Trainer nos dias 29 de agosto no Alto do Ipiranga e 30 de agosto no Mogilar.

Post Lancamento White Party TRainer-01 1

A grande novidade desta edição é que a festa do branco da Trainer terá os lançamentos das aulas da Les Mills. Conheça os benefícios de cada modalidade e participe!

Sh’Bam: aula de ginástica com músicas dos topos das paradas e movimentos simples e modernos. A proposta é dançar e se divertir, gastando até 500 calorias. Qualquer pessoa pode praticar e os movimentos são fáceis de acompanhar.

Power Jump: Os exercícios praticados no minitrampolim melhoram o condicionamento físico, aumentam o equilíbrio e a coordenação motora, ajudam a emagrecer e tonificam os músculos. Além disso, o Power Jump é uma modalidade de alto gasto calórico. Em uma aula intensa é possível perder em média 700 kcal.

Body Combat: programa de ginástica que reúne diversos estilos de artes marciais em uma única aula. Você verá movimentos do boxe, capoeira, jiu jitsu, karatê, kick boxing, muay thai, entre outros. A estrutura da aula possibilita queimar muitas calorias e desenvolver potência, velocidade e resistência.

Body Jam: treino de cardio baseado em movimentos de danças dos cinco continentes, a aula é uma mistura dos melhores e mais variados estilos de dança, com músicas energéticas, que te farão suar e se divertir. Techno, hip hop, jazz e eletro são alguns dos estilos que dão um tom alucinante aos mixes da aula.

Body Pump: treinamento para quem procura aumento de força, resistência e definição muscular de forma rápida e eficaz. A aula conta com exercícios com anilhas e barras e você pode queimar até 500 calorias.

16/08   ALUNOS DA TRAINER CONQUISTAM O PÓDIO NA 3ª ETAPA DO CIRCUITO PAULISTA DE JIU JITSU

Os alunos da Trainer Guilherme Guimarães e Rodrigo Castanheiro subiram ao pódio na 3ª Etapa do Circuito Paulista de Jiu Jitsu 2016. O campeonato aconteceu em Barueri nos dias 13 e 14 de agosto.

foto 1

Guilherme, que é faixa roxa em jiu jitsu, conquistou o primeiro lugar na categoria peso pena. Já Rodrigo, faixa azul, ficou em terceiro lugar na categoria super pesado.

foto 2

Parabéns aos nossos lutadores por mais esta conquista!

15/08   O QUE FAZER PARA COMEÇAR O PROJETO VERÃO

Quem quer garantir um shape bonito para o verão precisa correr contra o tempo. Ainda temos pouco mais de um mês para o término do inverno, no entanto muitas pessoas só começam a pensar no Projeto Verão apenas com o aumento das temperaturas.

Já falamos aqui na coluna No Pain no Gain que é importante fazer uma periodização dos treinos ao longo do ano para conseguir os resultados desejados, principalmente se o foco é ficar com o corpo bonito na estação mais quente.

É preciso tempo para começar a ver as mudanças no espelho, mas ainda dá para recuperar o “treino perdido”. Um primeiro passo é aproveitar o final do inverno a seu favor.

Isso porque nos períodos de baixa temperatura, nosso metabolismo fica mais acelerado, facilitando a queima de gordura, já que nosso organismo precisa trabalhar mais para manter a temperatura corporal.

No entanto, nesta época comemos mais alimentos calóricos e retemos mais líquido. Para quem já está seguindo uma rotina de exercícios, este é o momento de aproveitar a energia que seu corpo está acumulando para treinar pesado na musculação.

Já quem iniciou a prática de exercícios agora em agosto, o aumento da massa muscular ainda é possível, porém a pessoa terá de treinar com mais intensidade – sempre tomando cuidado para não se lesionar – e restringir um pouco mais a alimentação, já que não fez um trabalho de diminuição da quantidade total de calorias e no aumento do exercício aeróbio no primeiro semestre, como explicamos aqui.

Mas atenção, restringir sua alimentação não significa deixar de comer. Pense o seguinte: a prática de exercícios ocasiona alto gasto calórico. Comer de menos faz com que o organismo entre em um processo chamado catabolismo, no qual utiliza a massa muscular para repor a energia consumida.

Ou seja, a pessoa perde peso por meio da diminuição da gordura, mas também perde massa muscular por conta do catabolismo. Como resultado, a pessoa fica mais leve, mas não muda a sua forma física.

Procure seu professor na academia e trace com ele um treino para atingir seus resultados para o verão, mas não deixe de se alimentar, achando que só assim conseguirá um shape bacana.

Moral da história: tira a bunda do sofá, comece a treinar e não se esqueça da alimentação.

12/08   ESTUDO APONTA QUE PRÁTICA DE EXERCÍCIOS AJUDA EM DESEMPENHO ACADÊMICO DE CRIANÇAS

Praticar uma atividade física na infância é importante não só para o corpo, mas também para o desempenho educacional da criançada.

O British Journal of Sports Medicine publicou recentemente um compilado de estudos feitos por 24 pesquisadores de oito países que demonstra que dominar movimentos físicos básicos aumenta a capacidade cerebral.

O estudo analisou os efeitos de exercícios praticados por crianças e jovens de 6 a 18 anos na escola e no tempo de lazer. Foram considerados os impactos na forma física, saúde, bem-estar, inclusão social e cognição.

Segundo o estudo, crianças com mais consciência corporal aprendem e memorizam com mais facilidade, porque o cérebro delas está mais estimulado. Os efeitos do exercício físico podem afetar a performance acadêmica dos estudantes imediatamente após a prática.

A pesquisa é importante para ressaltar ainda mais a importância da prática de atividades físicas para as crianças. Na Trainer, a criançada pode dar início às práticas esportivas nas aulas de natação. Crianças a partir de três meses já podem participar das aulas.

Outra atividade bacana para os pequenos são as aulas de muay thai kids, modalidade que melhora o condicionamento físico, a coordenação motora e os reflexos Mas não importante a modalidade, o importante é estimular a prática de exercícios na criançada.

Fique por dentro dos horários das aulas clicando aqui.

11/08   ATLETA DA TRAINER CONQUISTA VICE CAMPEONATO EM CIRCUITO DE SPRINT TRIATHLON

Henrique Garcia Lores, aluno da Trainer, conquistou o segundo lugar em sua categoria na 3ª etapa do 10° Circuito de Sprint Triathlon Santa Cecilia TV. A prova aconteceu no domingo (7/8) no Cantão da Enseada, no Guarujá.

foto 1

A competição é composta por distâncias de 750 metros de natação, 20 km de bicicleta e 5 km de corrida,porém as más condições climáticas fizeram com que a prova de natação fosse cancelada.

Nosso atleta conquistou a segunda posição na categoria 55 a 59 anos com o tempo de 1h08min43seg. "Foi uma prova bem disputada com o primeiro, mas está bom ser vice-campeão. Vamos treinar mais. Agradeço a Trainer e o técnico Marco Vicco pelos treinos de natação".

Parabéns por mais esta conquista, Henrique! E que venham os próximos desafios!

10/08   TRAINER WHITE PARTY TERÁ LANÇAMENTOS DA LESS MILLS

A Trainer fará o lançamento das aulas da Less Milss na terceira edição da White Party!

A festa vai rolar nas unidades I e II da Trainer, em dias diferentes: 29 e 30 de agosto. Fiquem atentos aos horários das aulas!

Post Lancamento White Party TRainer-01

Para participar, é só escolher uma produção total white e chegar junto! Bora participar!

09/08   TRAINER FOR WOMAN LANÇA MEXE FIGHT NESTE SÁBADO

A Trainer for Woman vai lançar neste sábado (13/8), às 9h00, uma aula para quem gosta de treinamento funcional, lutas e dança. É a Mexe Fight, modalidade que trabalha o condicionamento físico em uma aula coletivo e muito divertida.

Post Mexe Fight Trainer-01

Os movimentos da aula são similares a diversas aulas de luta com uma pitada de dança. A aula de Mexe Fight é muito bacana para quem quer eliminar calorias de forma simples, divertida e eficaz.

Com músicas contagiantes em um período de 45 minutos, as alunas irão simular movimentos de uma aula de luta sem o contato físico, com treinos diversificados e intensos.

A modalidade foi desenvolvida para todas as pessoas e têm como principal objetivo a melhora do condicionamento físico e a queima de calorias de uma maneira eficaz e contagiante.

Entre os benefícios da Mexe Fight estão melhora na postura; melhora da flexibilidade; fortalecimento muscular e condicionamento físico; aumento da autoestima e diminuição do estresse.

Para participar, basta as alunas da unidade de inscreverem na recepção da Trainer for Woman. Bora?!

08/08   O COMPORTAMENTO DO MAGRO

Na semana passada vimos aqui na coluna No Pain No Gain que seus hábitos influenciam diretamente na sua qualidade de vida e também na composição corporal.

Os hábitos são, essencialmente, padrões de comportamentos. Quando algum comportamento se repete, nosso cérebro cria vias sinápticas mais rápidas, de maneira que uma ação aciona a ação seguinte, de forma quase automática. Esta aí criado um hábito.

Mas quais padrões de comportamento são estes que devemos repetir até que se tornem um hábito. Hoje vamos falar de padrões comportamentais dos magros que podem ser replicados na nossa vida para garantir uma composição corporal e um condicionamento físico melhores.

O magro não põe alimentos no diminutivo. Para ele não existe “vou comer só um pouquinho, só um docinho, só um churrasquinho, só uma cervejinha”. Quem diz isso o faz para acreditar que o que vai comer, na realidade, é pouco. Só que não.

O geralmente não elogia a comida, pois come aquilo que tem alguma função no seu organismo. Claro que ele escolhe o que é gostoso também, mas para ele, não basta só o prazer, o alimento precisa suprir uma necessidade energética do corpo.

Dificilmente o magro pula uma refeição – diferentemente de quem tem mais gordura corporal, que passa horas sem comer e depois compensa na próxima refeição.

O magro geralmente come pouco à noite e, também por isso, dorme melhor, de seis a oito horas, sem interrupção. Cuidar do sono é muito importante, porque é durante o sono que liberamos hormônios que dão sensação de tranquilidade, prazer e recuperação completa, física e mental.

Em relação aos exercícios físicos, o magro sempre busca vencer limites. Está sempre determinado a correr distâncias maiores, ou com mais velocidade, ou com maior frequência. Na sala de musculação, não tem recrio de aumentar a carga. Além disso, ele segue à risca o treino, pois sabe que ganhar massa magra é mais difícil que emagrecer. Para perder gordura, basta parar de comer, mas para ganhar massa, é preciso treinar com grande intensidade. Pessoas magras não temem o treinamento.

São pessoas que não gostam muito de mudança nos treinos treinamento. Querem evoluir gradativamente no padrão do trino passado a elas, porque acreditam na consistência de um treinamento.

Outro comportamento característico do magro é ser mais calmo, não levar uma rotina estressante. Ele libera sua adrenalina durante a atividade física. Além disso, tem comportamentos mais racionais, sabe da necessidade e da função do alimento na melhora do rendimento do treino. Se ele comer, ele treina bem. Se não se alimentar, falta energia.

Pessoas magras são mais regradas e assumem a responsabilidade das suas escolhas. Quem vive acima do peso põe a culpa nos outros: na mãe que cozinha com muito sal, na avó que oferece muitos doces, na nutricionista, que não soube orientá-lo.

Pessoas mais condicionadas não se deixam abater e tem atitudes e pensamentos positivos a respeito deles próprios. Eles sabem que o corpo ideal e saudável depende deles.

Moral da história: Pense e aja como magro e emagrecerá. Pense e aja como um gordo e permanecerá.

05/08   VENHA TREINAR NESTE SÁBADO

Além do treino de musculação – e de natação para adultos na unidade Mogilar – neste sábado (6/8) também vai rolar muito treino intenso, dança, exercícios para o abdome e alongamento nas unidades da Trainer.

No Mogilar, tem Hiit – High Intensity Interval Trainer – às 9h30 para quem quer queimar muitas calorias e manter o condicionamento físico. Às 10h30, tem Zumba para os alunos que curtem ritmos variados.

No Alto do Ipiranga, as aulas serão de abdome/alongamento às 10h15 e, às 11 horas, Hiit. E, na Trainer for Woman, o sábado começa com Jump, às 9 horas.

Para participar, basta comparecer na sua unidade no horário marcado. Bora manter a rotina de treinos e garantir mais pique no fim de semana. Esperamos vocês.

04/08   COMPLEMENTE SEUS TREINOS COM AULAS DE LUTA

Participar das aulas de artes marciais é muito bacana para manter o condicionamento físico e a saúde, tonificar músculos e sair da rotina de treinos. É um complemento muito bacana para quem já está acostumado com a musculação ou as aulas mais tradicionais da academia, para homens e mulheres.

Em uma aula de boxe, por exemplo, você salta e movimenta braços e tronco, gastando muitas calorias. Para as mulheres, as aulas de luta contam com golpes mais agressivos contra as gordurinhas.

Combinando mais de uma modalidade de aula, você consegue tonificar a musculatura do corpo inteiro por igual. O boxe modela braços, ombros e costas. O muay thai desenvolve concentração e agilidade e modela membros inferiores e superiores, pois trabalha socos, chutes altos e baixos e joelhadas.

No jiu jitsu, você trabalha movimentos do corpo todo. Todas as modalidades têm em comum a malhação para o abdome, que precisa estar ativado o tempo todo. Sem contar que as artes marciais são ótimas para liberar energia e desestressar.

As unidades da Trainer oferecem aulas de luta praticamente a semana toda. No Alto do Ipiranga, há inclusive horários específicos para a criançada. Veja os horários em cada unidade e bora lutar!

Mogilar
Segunda-feira
Muay Thai – 8h e 18h30
Jiu Jitsu feminino – 18h30
Jiu Jitsu – 20h30

Terça-feira
Karatê – 21h15

Quarta-feira
Muay Thai – 8h e 18h30
Jiu Jitsu Feminino – 19h30
Jiu Jitsu – 20h30

Quinta-feira
Karatê – 21h15

Alto do Ipiranga
Segunda-feira
Muay Thai – 9h30 e 20h
Muay Thai Kids – 17h

Terça-feira
Jiu Jitsu feminino – 19h30
Jiu Jitsu – 20h30

Quarta-feira
Muay Thai – 9h30 e 20h
Muay Thai Kids – 17h

Quinta-feira
Jiu Jitsu Feminino – 19h30
Jiu Jitsu – 20h30

Sexta-feira
Boxe – 19 h
Muay Thai – 20h